MULHER: SUPERANDO DESAFIOS

 

Uma das grandes vantagens que eu tive e tenho, na vida profissional foi à oportunidade de trabalhar com grandes mulheres. Alguns dizem que é difícil trabalhar com elas, penso o contrário, acho que é difícil trabalhar sem elas, pelo simples fato da mulher tem a melhor capacidade de influenciar no nosso comportamento, modo de vida e na estrutura da nossa personalidade.

O tema é oportuno, visto que neste mês, precisamente no dia 08 de março comemora-se o DIA INTERNACIONAL DA MULHER.

As mulheres têm sua própria natureza o instinto de agir, proteger e estar presente mas, muitas vezes, pela dificuldade de conciliação da carreira profissional e a família, deixa de lado os seus sonhos verdadeiros.

Percebo nelas que são dinâmicas no trabalho, batalhadora na vida, mães dedicadas, sendo portanto elementos humanos e traços de comportamento que é o grande diferencial da mulher em relação ao homem.

Pela sua dedicação posso até afirmar que a mulher é uma ativista em defesa da preservação da espécie humana.

A minha primeira professora (e dos meus filhos também), foi uma mulher, aliás nesta área elas conquistaram um espaço significativo, exercendo um papel fundamental na educação, na moralidade, e formação do caráter de vidas de muitos estudantes.

A mulher tem um papel de destaque na estrutura familiar, porém no entanto no trabalho a mulher ainda enfrenta algumas barreiras que com sábia inteligência haverão de remove-las.
Hoje já ocupam quase a metade dos cargos de trabalho.

Vejo a luta das mulheres no sentido de mostrar as condições de capacidade para trabalhar nas mais diferentes funções, não tenho a menor dúvida que o reconhecimento do valor, da dignidade e da capacidade da mulher pelo mundo moderno, somente veio trazer benefícios para toda a humanidade.

A luta pela igualdade com os homens é uma bandeira superada, pois como já dizia Rui Barbosa, “não se pode dar igualmente á desiguais”, porém a mulher precisa perceber suas diferenças em relação ao homem, identificar as suas capacidades e seus limites para decidir superá-los.

É importante que a mulher não tente abraçar o mundo, como também não recue diante dos desafios que surgirão pela frente. Devem lembrar que a luta começou em 08 de março de 1857, com a tecelãs de Nova York que após uma greve por justa reivindicação de melhores condições de trabalho foram reprimidas, trancadas na fábrica e queimadas vivas.

A data escolhida para a justa comemoração teve origem neste episódio. A partir de então a cada dia a mulher conquista por seus próprios méritos a sua libertação e seu destaque, seja na vida ou no trabalho.

Minha homenagem neste dia que se comemora o DIA INTERNACIONAL DA MULHER, a todas as mulheres que sonham, realizam, batalham pela sobrevivência e também pelo que quererem ter.

É uma justa homenagem pelo seu valor, carinho e delicadeza, reconhecendo a sua dedicação e competência, tendo grande importância na edificação da nossa humanidade.

Finalizo dizendo que o Dia da Mulher é também o Dia do Homem, pois todos devemos ter na consciência de que estamos juntos no mesmo barco e que cabe a cada um de nós independente do sexo, superar velhos conflitos, para sermos mais cúmplices, amantes e amigos.

João de Araújo é graduado em RH, advogado e consultor trabalhista e diretor da Abal Gestão de Serviços Ltda.