Novo emprego. Novo trabalho

Conheço pessoas que ficam no emprego mais de 30 anos, o máximo que eu fiquei foi 13 anos. Mas saí por causa nobre: montei o meu próprio negócio que já dura desde 1986.

Ninguém ensina isso nas escolas, pelo contrário. Já fui questionado sobre isso e minha resposta vai a seguir:

Hoje em dia a troca de emprego é inevitável, não dá para escapar. Ninguém aguenta conviver com o mesmo emprego por uma eternidade. Emprego é como casamento, chega uma hora que uma reciclagem vai bem. Eu disse reciclagem, portanto não estou pregando a separação.

Na realidade você pode mudar de emprego quantas vezes quiser – a única diferença é que você permaneça no mesmo emprego.

Explico: o segredo do emprego não é a harmonia eterna. Depois do inevitável stress de fazer a mesma coisa, ver as mesmas pessoas, atender os mesmos clientes e fornecedores, a solução é ponderar, se acalmar e partir para uma mudança. Novamente, digo mudança de atitudes e não mudança de emprego.

O importante é mudar o seu velho emprego para um novo trabalho. Isso equivalerá a um novo emprego, exigindo cuidados e preocupações que foram esquecidos no dia a dia do seu velho emprego.

Pois, de tempos em tempos, é preciso renovar a sua relação com o trabalho. É preciso voltar a reciclar o aprendizado, voltar a cortejar novos desafios, fazê-lo de forma diferente.

Há quanto tempo você não procura coisas novas para fazer ou aprender? Não tenta um novo trabalho, sem necessariamente mudar de patrão?

Faça de conta que você está de emprego novo e consequentemente trabalho novo. Ou melhor, é necessário agir para criar as condições favoráveis para nesta nova condição.

Mas tudo isso pode ser feito sem que você se separe de seu antigo patrão. Tem mais, se o seu patrão é antiquado faz parte também destas novas atitudes mudar o seu patrão também.

Vamos ser honestos: ninguém aguenta a mesmo emprego por trinta anos, com os mesmos colegas, com o mesmo trabalho. A não ser que você seja um funcionário público, mais aí é outra história.

Merece um capítulo à parte.

Quem muda para um novo trabalho se encanta com a nova vida. Para você conseguir isto no lugar onde trabalha há anos basta não se acomodar.

Isso obviamente custa caro e muitas pessoas se esfacelam porque se recusam a pagar esses pequenos custos necessários para renovar o seu emprego e o conseguir o esperado novo trabalho.

Não existe essa tal “estabilidade do emprego” nem ela deveria ser almejada (pois isto significa “acomodação”, o que é cruel…).

O mundo muda, e você também muda.

A melhor estratégia para salvar um emprego é estudar, aprimorar-se, interessar-se por coisas que jamais teria pensado em fazer.

Portanto descubra-se como sendo um novo ser, por isso de vez em quando é necessário empregar-se de novo, mas tente fazê-lo sempre com o mesmo local de trabalho, e faça você mesmo a diferença, tente e com certeza vai dar certo…deu comigo!!!

Então, desejo-lhe boa sorte e boa mudança!

João de Araujo