SELECÃO: você foi convocado?

SELECÃO: você foi convocado?

Na semana que passou houve a convocação dos jogadores para a disputa do Campeonato Mundial de Futebol. No Brasil existem excelentes jogadores de futebol, mas para compor aquele seleto grupo de jogadores o técnico escolheu os melhores.

No trabalho não é muito diferente. Assim como no time de futebol, nas empresas os profissionais de recursos humanos montam suas equipes de trabalho com os melhores da posição. Os que não tem espirito de equipe, os indisciplinados, os que não treinam, e só para citar alguns poucos exemplos acabam ficando de fora.

O importante nesta grande competição que se transformou o trabalho, onde vencem os melhores, é que o convocado seja realmente o melhor, e se tiver habilidades em várias funções suas chances ficam maiores, porém uma condição é certa: o trabalhador tem que mostrar resultados positivos.

Já que estou misturando futebol com trabalho, lembro-me certa vez, que fui convocado para jogar no time do grêmio recreativo do banco que trabalhava. Fiquei na reserva e entrei no final do segundo tempo. O jogo estava empatado. Com poucas habilidades e sem treino, fiquei dentro da área adversária, assim como o Romário. Qual foi meu espanto quando vi a bola sobrar para mim na frente do gol adversário o qual concretizei marcando o gol. Fui ovacionado pela torcida e carregado como se faz nas melhores comemorações dos jogos profissionais. No próximo jogo fui escalado como titular e logo de saída cavei um pênalti, que eu mesmo converti em gol. Daí em diante fiquei deslumbrado com a rápida fama com meus colegas, porém sem sucesso nas próximas partidas cai em desgraça no time, pois foram lances do acaso e de pura sorte.

Voltando ao trabalho, esta estória enquadra-se num item muito importante no desempenho profissional, que é o preparo para exercer a função. Não basta ser convocado. A convocação é uma oportunidade para mostrar o seu melhor trabalho. Porém ser reconhecido como o primeiro lugar na posição de trabalho irá depender dos seus resultados. Vejam que na seleção brasileira muitos foram testados e não voltaram nesta última convocação.

Não insista e nem chore como o Romário para ser convocado para um novo posto de trabalho, mostre as suas qualidades e habilidades e principalmente do seu desempenho profissional.

Se for convocado, não se esqueça que você e sua equipe serão campeões, porém não poderão cometer falhas, deverão estar bem treinados. Interesse, motivação e espírito de equipe são fatores fundamentais para vencer. Desentendimentos no ambiente de trabalho devem ser superados. Como está seu time de trabalho? Tem liderança e reservas? Use a Copa do Mundo a seu favor e da sua empresa.