MERCADO DE TRABALHO

A disputa para os concursos públicos

Prestar concurso público é tão concorrido e difícil quanto disputar o vestibular. É o que dizem os especialistas. A repórter Fabiana Scaranzi mostra que é preciso estudar muito, na maioria das vezes mais de um ano para conseguir passar nas provas.

Estabilidade, bons salários, possibilidade de crescer na carreira. São esses três os principais fatores que levam milhares de pessoas, todos os anos, a prestar concurso público. E quem são essas pessoas? Há dois perfis distintos: jovens a partir dos 18 anos, que vêem aí uma chance de conseguir emprego sem esbarrar na falta de experiência e profissionais de 35, 40 anos, que procuram uma recolocação no mercado, num setor bem mais estável que o privado.

Concursos acontecem praticamente durante todo o ano. E como saber onde e como participar? Esse tipo de informação você encontra em jornais e sites especializados e também nas escolas preparatórias. Existem duas maneiras de se estudar: em cursinhos especializados ou em casa, com apostilas específicas ou pela internet. Agora, uma coisa é certa: passa quem estuda! Nem todo mundo se prepara para as provas – somente de 5% a 8% dos que vão fazer a prova estão preparados para passar.

Em Fortaleza, Darlan Antares, de 28 anos, é um expert em concursos. Ele já fez mais de 10 exames. Há quatro anos, ele se dedica a prestar concursos. Já passou em três. O último foi para a Polícia Rodoviária Federal. Eram 550 mil candidatos para 3 mil vagas. “Eu optei a prestar concurso público por causa da garantia, da estabilidade no emprego. A dica que eu dou é não estude para passar, estude até passar, de 6 a 8 horas por dia”.

“Eu aconselho inclusive a não largar o emprego quem estiver empregado para estudar porque se ele não passar no primeiro concurso a pressão que ele vai se formar, vai ser inadministrável, então dá para conciliar família, filhos e emprego e ralar, ralar e ralar até passar num concurso público”, disse José Luís Romero Baubeta, especialista em concurso público.
Aqui vão mais algumas pra hora da prova:

– comece a prova pela matéria que você mais gosta;

– e lembre-se: concurso público é como vestibular.

E pra encerrar, aqui vai mais uma dica: você sabia que o português está entre as matérias que mais reprovam? Portanto, aumente seu vocabulário. Isso significa ler bastante e tomar cuidado com aquelas palavras parecidas, como absolver e absorver; comprimento e cumprimento; discrição e descrição entre tantas outras. Parece bobagem, mas é nelas que estão as maiores pegadinhas. Boa sorte.
Fonte: Jornal Hoje – Tv.Globo